Black Friday: um passo a passo para melhorar seu controle de estoque e vender mais

A segunda metade do ano traz com ela diversas datas comemorativas que movimentam o varejo, como o Natal e o Dia das Crianças. Mas nenhuma delas tem tanto volume e recordes quanto a Black Friday, especialmente para os e-commerces e lojas de decoração e presentes.

 

Tradicional nos EUA e popular no Brasil desde 2010, a Black Friday é uma ótima oportunidade para ofertar aquele estoque que está parado ou aquele produto especial que você tem certeza de que vai ser sucesso.

 

Neste caso, antes de já ir baixando o preço dos produtos e anunciando a promoção para os seus clientes, é preciso organizar o seu estoque. Ou, então, a boa perspectiva da Black Friday pode se transformar em uma dor de cabeça sem tamanho.

 

Pensando nisso, reunimos os quatro passos principais de um controle de estoque campeão para que você organize a sua loja e os seus produtos. Temos certeza de que, assim, você vai vender mais!

 

 

Passo 1: Realize um inventário

Muito antes de decidir quais serão os produtos promocionados na Black Friday e qual será a porcentagem de desconto, você precisa entender exatamente o que tem em estoque. Pode ser que você encontre uma situação muito diferente da que imagina ou, ainda, tesouros de ofertas entre os produtos armazenados.

 

Por isso, neste primeiro momento, o mais importante de tudo é separar algumas horas (ou dias, dependendo do tamanho do seu estoque) para fazer um inventário meticuloso. Portanto, tenha paciência e seja bastante pragmático.

 

Conte, anote, tire dúvidas e organize tudo de volta de uma maneira que será prática para quando o seu vendedor precisar encontrar algo. Neste momento, é preciso ter certeza de que incluiu todo e qualquer produto da loja no inventário, já que isso será essencial no momento de decidir que produtos entrarão ou não em promoção.

 

 

Passo 2: Defina responsabilidades e crie padrões e regras

Assim que você tiver a sua relação de inventário organizada, o momento é de definir responsabilidades e criar padrões e regras de controle. Você precisa decidir quem terá acesso ao estoque e quem fará a conferência de produtos.

 

Assim como, também terá que definir a periodicidade desta conferência, a ordem em que os produtos estarão dispostos na armazenagem e as condições climáticas do espaço do estoque.

 

Além disso, é preciso determinar como acontecerão as movimentações no espaço. Como, por exemplo, qual serão os horários de reposição do fornecedor ao estoque e do estoque para a loja. Desta maneira, você estabelece como o processo se dará e poderá ficar tranquilo caso precise deixar esta tarefa nas mãos de um encarregado.

 

 

Passo 3: Automatize o controle de estoque

Você pode até preferir manter uma organização manual, mas a verdade é que usar papel e caneta para o controle de estoque não é mais efetivo. Inclusive, esse método acaba se tornando responsável por erros primários de contagem de produtos e confusão de referências.

 

Portanto, mantenha uma organização de estoque automatizada. Seja ela por meio de planilhas no computador ou por um software de gestão de estoque. Usando tecnologia, além de diminuir os erros, você conta com uma melhor localização de produtos na armazenagem e um melhor controle de vendas.

 

 

Passo 4: Mantenha a operação e o controle funcionando

Uma vez que o seu estoque esteja inventariado e organizado, que seus colaboradores tenham sido instruídos e que suas planilhas, ou software, estejam em funcionamento, você e seus funcionários apenas precisam manter tudo em ordem.

 

Este não será um processo fácil, você vai precisar da colaboração de todos e verá que desenhar os processos trará preocupações, mas a ideia é que estes passos ajudem você a melhorar todo o processo interno da loja e, consequentemente, as suas vendas.

 

Por isso, siga nossas dicas, implemente o passo a passo e tenha um ótima Black Friday! Aproveitando a oportunidade, queremos perguntar: como está a sua vitrine para a Black Friday? Faça o teste e descubra!

 

 

Compartilhe: